terça-feira, 30 de maio de 2006

entreguei o que nunca se entrega:

entreguei o que eu pensava

decodifiquei minhas criptas

descobri os olhos não teus

e mais: entreguei a desilusão!
(quase que te dei um pouco de mim)

6 comentários:

Anônimo disse...

é bem mal amada mesmo

Hires Héglan disse...

hahahahahahahahahahahahahaha

Dani disse...

porra...

Hires Héglan disse...

porra o q, dani?

Dani disse...

aquele porra foi de indignação
mal amada é o caralho!
isso foi de afirmação

Anônimo disse...

Mal seria amar isso aí...